domingo, 3 de abril de 2016

CARREIRAS, O COORDENADOR!


É uma decisão de gargalhada ou…talvez não!...
Carreiras coordenador autárquico do PSD pode ser pelo … exemplo!
Que se cuidem os atuais Presidentes. Os seus vices, se aprenderam bem o ensinamento, vão fazer o mesmo que Carreiras fez – atraiçoar o Presidente e usurpar-lhe o lugar! Assim mesmo, sem tirar nem pôr!
Carreiras coordenador autárquico do PSD pode ser pela… experiência negocial!
Carreiras negociante, pode bem inverter a porcaria que promoveu com o seu ajudante de campo Miguel Pinto Luz nas últimas eleições e levar esse esforço a todos os sítios do país onde candidatos naturais do PSD tiveram que ser candidatos independentes e ganhadores!
O namoro com Paulo Vistas em Oeiras ou com Marco Almeida em Sintra são exemplos de que estão abertas as portas aos dissidentes para construírem vitórias eleitorais ao PSD outra vez!
Carreiras coordenador autárquico do PSD pode ser pela…habilidade demonstrada em ganhar eleições internas no PSD!
Carreiras afirmou, não vão muitos anos, que algumas dezenas de milhares de euros seriam suficientes para ganhar a CPN do PSD ou do PS! Demonstrou, ou ajudou a demonstrar que, pelo menos no PSD, tinha razão. Compram-se umas quotas, põe-se a malta a votar e a eleger delegados ao congresso e … já está!
No entanto, é importante dar-lhe a notícia que no país, e nas Câmaras, não são feitas eleições exactamente com esses princípios…
Carreiras coordenador autárquico do PSD pode ser pelo… “reconhecimento de competência em criar emprego”!
Se a moda pega, vamos ter as Câmaras laranjas a recrutar tudo quanto seja militante do PSD. Em Cascais, foram albergadas dezenas ou mesmo centenas de militantes do PSD de Cascais e de todo o Distrito de Lisboa. Após as próximas eleições autárquicas, com um bocado de sorte do PSD, e vamos  ter as Câmaras a rivalizar com o IEFP a ver quem “cria mais emprego”…
Carreiras coordenador autárquico do PSD pode ser pelo …desespero de o tirar da circulação!
Se esta é a verdadeira razão, não podia ser uma estratégia mais errada.

Como com as cobras, é preciso segurar-lhe em simultâneo a cabeça e o rabo! Deixando um deles à solta pode ser letal!... 

quinta-feira, 31 de março de 2016

POESEIRA*



Competência,
Afirma Piteira dos Bombeiros.
Elogios? Certeiros!

Incontinência,
Verve imensa
Mesmo sobre o que não pensa!

Transparência?
Muita falta faz,
Saudades de gente capaz!

Consistência?
Não conhece o que é
Da cuca está lélé!

Aparência?
A vida toda, certeira…
A escolha do nosso Piteira!

Manigância?
Com votos e com cartões…
A vida é dos espertalhões!

Que tendência?
Quer goste, quer não goste,
Mais dois anos e já foste!


(*) Poesia para o Piteira

Nota do Autor:

Sei que o meu jeito para a poesia deixa muito a desejar, mas o jeito que o Piteira tem para a política e para a administração da coisa pública não lhe fica nada atrás!

domingo, 28 de fevereiro de 2016

JÁ FOSTE CHIPADO?


Carlos Carreiras foi notícia por adquirir leitores de chips para as autoridades de Cascais estarem equipadas para a leitura de chips dos animais.
Os PANES e os PAFES exultam com este tipo e medidas – é sempre preferível defender os animais (não escrevem em blogues, nem no facebook nem dão entrevistas…) do que defender ideias ou as pessoas que nos rodeiam…
Contudo, fontes bem informadas garantiram que o que está por detrás desta medida ultrapassa em muito os animais com 4 patas e alguns com 2 que tenham o corpo coberto de penas (não são as aplicadas pelo juiz, mas as que habitualmente recobrem o corpo das aves!).
Carlos Carreiras, como o grande disciplinador dessa cambada que são os militantes do PSD e do PP prepara-se para iniciar a instalação de chips em todos os militantes dos dois Partidos e por essa via assegurar definitivamente o controle da situação.
Sendo verdade que a maioria dos militantes destes dois Partidos já fizeram chegar a Carreiras uma declaração em que juram pela família toda que abdicam de pensar pela cabeça deles, o que resolve a chatice que é haver opiniões diferentes da do chefe dentro da capoeira, há contudo sempre a eventualidade de alguém fazer jus ao velho ditado "Quem“ mais jura, mais mente!”.
Carreiras não brinca nestas coisas de fazer valer quem manda.
Vai daí teve uma ideia extraordinária que levou Pinto Luz e Piteira a bater palmas com os pés.
Com a instalação de chips, podem monitorizar tudo o que os militantes dizem (à frente deles e por trás…) e desta forma garantir a unicidade de pensamento!
Desconfia-se que os chips terão a capacidade de se desintegrarem à segunda crítica seguida ou quinta alternada que o detentor do chip pronuncie.
Fica assim garantida, em pouco tempo, que só os “poucos” habitantes de Cascais que não são militantes da maioria na Câmara continuarão a criticar a acção do executivo camarário!
A PSP, a GNR, a Polícia Municipal, a ASAE e a JUVE LEO passam assim a poder reconhecer quem são os verdadeiros Cascalenses e os fiéis militantes passam a usufruir de alguns benefícios. Para além do trabalho na Câmara ou numa empresa municipal, podem ainda usufruir de mais uma hora de estacionamento à borla nos parques das praias e bilhetes gratuitos para ver o Sporting, gentilmente oferecidos pelo ex Presidente Godinho Lopes.
Se George Orwell fosse bruxo, tinha adivinhado que 1984 era 2016 e que o precursor da oligarquia seria Carlos Carreiras e o seu mundinho de Cascais.

E tu, já foste chipado?


terça-feira, 26 de janeiro de 2016

É PRECISO CORRER COM ELES



Cascais vai ter mais uma Festa desportiva, com a realização no próximo carnaval dos 20 Km de Cascais e a rapidinha de Cascais.
Li a notícia, pensei em Cascais, na forma como a gestão da Câmara tem sido feita, na forma “elegante” como Carreiras e os seus ajudantes de campo tratam a oposição ou mesmo aqueles que se limitam a discordar pontualmente e apeteceu-me CORRER COM ELES!
Acho sinceramente que, embora estejamos a meio de mandato autárquico, não é cedo demais para começar a CORRER COM ELES!
E o primeiro passo pode ser dado aproveitando os 20 km de Cascais para CORRER COM ELES!
Mas este tem de ser um desígnio de Cascais, das suas gentes que ainda se importam com a sua Terra, que pretendem que Cascais continue a ser a terra mais bonita do universo, não só pelas suas paisagens, mas especialmente pelas pessoas que lhe dão vida. Para tornar este objectivo exequível, é preciso, sem demoras, começar a CORRER COM ELES!
Os que amam Cascais, não podem continuar a fazer de conta que não se passa nada! Não podemos ficar em casa no sofá, temos de sair para a rua, participar em todas as “corridas” e CORRER COM ELES!
As forças políticas, os movimentos cívicos têm de perceber que a meta só é atingida se conseguirmos CORRER COM ELES!
Se for preciso em união pois que seja.
Se for preciso uma solução de equipa pois que seja!
Cascais tem que colocar um ponto final nesta forma de fazer política, de gerir pessoas e territórios!
Carlos Carreiras e a sua entourage trouxeram para Cascais o que de pior, mais ignóbil e mais truculento existe na política.
É tempo de colocar um ponto final.

Faltam cerca de dois anos. Até lá aproveitemos todas as provas, todas as corridas, mas vamos fazer um favor às gentes de Cascais: VAMOS CORRER COM ELES!

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

PASSAGEM DE ANO EM CASCAIS

A Passagem do Ano em Cascais foi um êxito!





Fica uma foto do Presidente e alguns dos seus Vereadores, em primeira fila, a assistirem ao fogo de artifício!...

Que 2016 vos traga Luz, 
(mas não o Luz!) 



Bebam bebidas, tintas de preferência. Dizem que fazem bem ao coração!

(Pena é que as rolhas que fazem para as garrafas não possam ser usadas para calar algumas bocas...)

Que as vossas "Carreiras" tenham sucesso em 2016...

(Desde que não seja com o dinheiro dos outros. Quem quer construir "carreiras" que o faça com meios próprios...)

2015 foi o ano dos rufias. Em Cascais tivemos uma coleção deles, nomeadamente na CMC...

Que 2016 seja o ano da Paciência e que 2017 seja o ano da Limpeza a Seco!

Em 2017, ADEUS NÓDOAS!





quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O PASTOR


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carlos Manuel Lavrador de Jesus Carreiras é um gestor e político português.
Biografia
Cedo se mudou para Cascais, passando toda a sua infância e adolescência na freguesia de São Domingos de Rana. (…)Licenciado em Contabilidade e Administração pelo Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa, em 1988, Carlos Carreiras passou toda a sua vida profissional no mundo das empresas antes de chegar à política executiva.
Exerceu funções de direção e administração em diversos grupos privados, operadores nos sectores da hotelaria e turismo, imobiliário, distribuição de combustíveis e produtos de grande consumo.
Militante do PPD/PSD, sucedeu a António Capucho, como Presidente da Câmara Municipal de Cascais, a 28 de Janeiro de 2011, tendo sido candidato, com sucesso, da coligação PSD/CDS-PP à mesma autarquia nas eleições autárquicas de 2013. Antes disso, ocupava o cargo cargo de Vice-Presidente da mesma autarquia e, antes desse, o de Vereador, (…)


Era uma vez…
Um Lavrador decidiu, depois de ter passado uma parte da vida a lavrar terrenos de outros, que deveria dedicar-se ao pastoreio.
A agricultura feita nos terrenos dos outros frustrava a sua firme convicção de se tratar de uma força da natureza que estava a ser desperdiçada.
Acreditava ele que tinha especiais condições de liderança e a sua ambição levou-o a tomar a decisão de mudar de vida.
Tornou-se amigo de um outro Pastor de anos a cuidar de animais e resolveu dar-lhe o golpe do baú ficando-lhe com os animais.
Mas gerir o rebanho dava muito trabalho e num rebanho há sempre alguns animais com maior “personalidade” que insistem em ir pastar onde lhes apetece e não onde o mandam.
Rodeou-se de um conjunto de cães de guarda, para tomar conta do seu rebanho.
O Miguel, o Piteira, o Salgado, o Marques eram alguns dos cães que asseguravam que o gado não se tresmalhava.
Os animais não gostam de estar em espaços circunscritos. Gostam de ter a liberdade de se deslocarem para onde e quando lhes apetece.
Ora esta atitude dos animais colidia com a vontade do Pastor de controlar cada movimento dos seus animais.
Pensou então numa arrojada solução de quase truque cinematográfico.
Mandou fazer uns enormes cartazes com verdes pastagens e colocou-os em toda a volta do recinto onde queria manter as suas ovelhas.
Estas, olhando em que direção fosse, viam apenas lindos prados embora, sempre que se chegavam aos limites da vedação colidiam com as enormes fotos.
Mas virando-se ao contrário voltavam a ver enormes pastagens a perder de vista, fruto do efeito provocado pelos cartazes.
Rapidamente esqueciam a ideia de liberdade em face da sensação que os seus olhos lhes transmitiam de um prado sem limites…
Infelizmente para o Pastor, conviviam neste enorme rebanho de ovelhas e carneiros algumas cabras e bodes.
Não eram muitos mas a sua atitude mais destemida, a sua tentativa de ultrapassar obstáculos, de não se limitar a comer a erva do chão, aventurando-se a comer as tenras folhas dos arbustos mais altos, desafiando por vezes as leis da gravidade, vieram a transformar-se num enorme problema para a “sociedade animal” que o Pastor criara.
Só quem não conhece as cabras e os bodes!
Quando se chegavam junto da vedação, de forma destemida vai de começar a comer os cartazes e com facilidade deixaram à vista o embuste em que toda aquela “comunidade animal” se deixara cair.
Afinal não havia pastos infinitos. Tudo aquilo não passava de uma ilusão, uma imagem criada para enganar todos aqueles animais.
As cabras e os bodes foram os primeiros a saltar fora.
Uma boa parte das ovelhas acabaram por lhes seguir o exemplo ficando apenas no redil algumas mais velhas ou com manifesta falta de mobilidade ou visão… (Sim, há muitas ovelhas com falta de visão…).
Nem os cães de guarda lhe valeram. Em espaço confinado os cães são capazes de controlar mas em espaço aberto torna-se missão impossível!
O Pastor decidiu então recriar a vedação e desistiu de ter cabras e bodes.
Agora só ovelhas.
Das mansas, indolentes e com pouca visão…
Moral da História:
Os truques, as ilusões, até funcionam desde que com “pessoal manso, indolente ou com extrema falta de visão”.

Como perceberam, interrompo aqui uma longa sequência de temas sobre Cascais para me dedicar a histórias “para crianças”…

Aproveito para deixar a todos os meus leitores, os que acham alguma piada aos meus escritos e os muitos que vêm ler as últimas para ficarem verdes de raiva, um Muito Feliz Natal e um Ano Novo próspero e repleto de saúde.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

VIOLÊNCIA AUTÁRQUICA: UM FLAGELO EM CASCAIS!


Em caso de violência doméstica nem sempre se sabe como pedir ajuda.
Uma campanha que surgiu nas redes sociais inglesas visa tornar famoso um ponto negro na palma da mão como um sinal de violência doméstica.
Em Cascais é notório nos últimos quatro anos sinais evidentes de violência autárquica.
No entanto, como na violência doméstica, não é fácil conseguir ajuda. Muitas vezes, quando nos tentamos queixar, a queixa chega mais depressa ao Presidente para preparar a retaliação do que a quem de direito para pôr ordem nos atos da Câmara de Cascais!
Um grupo de cidadãos de Cascais está a tentar criar uma forma de pedir ajuda, usando o exemplo da campanha inglesa mas com ligeiras adaptações.
Em vez de um ponto preto deverá desenhar duas bolas e um quadrado!
Para todos os que são perseguidos, ultrajados, humilhados e trapaceados pelo Presidente da Câmara de Cascais ou por algum dos seus vereadores com pelouros não podem hesitar: desenhe de imediato duas bolas e um quadrado na mão esquerda e aguarde que alguém o ajude!
Já agora uma explicação para o significado deste sinal:
Peço ajuda,
EU AINDA TENHO DUAS BOLAS PARA ME QUEIXAR DESTAS BESTAS QUADRADAS!
Ajude-nos a tornar esta campanha viral!

Tenha duas bolas para combater as bestas quadradas!